Às vezes, pode ser útil ter bastante roupa de cama na cesta para que a cama e o gato possam ser retirados juntos.

Os veterinários e enfermeiras que sabem entender os gatos vão adotar a
abordagem “menos é mais”. Os gatos tentam evitar o perigo – muitas vezes
entram em pânico se forem controlados com muita firmeza e perceber que
não podem escapar. A arte de examinar o gato é fazer o mínimo, fazer o
máximo que puder, com confiança e delicadeza, sem muito controle, e
deixar para o final tudo que possa incomodar o gato. Evitar o contato visual
direto com o gato (e fazer muitos exames com o gato de costas para o
veterinário) também ajuda a reduzir o estresse, assim como fazer pausas e
deixar o gato descobrir onde está mais relaxado (mesmo no peitoril de uma
janela ou no chão, por exemplo).
Como tratar a piometria canina
Um tapete de borracha na mesa (ou na cama ou cobertor do gato) é extremamente útil para evitar uma superfície
escorregadia na qual o gato precisa ficar em pé. Muitas das outras coisas
que tornam uma clínica veterinária amigável para gatos acontecerão nos
bastidores, como ter uma enfermaria de internação apenas para gatos (sem
cachorros latindo!) E gaiolas confortáveis (com um lugar para se esconder e
cama aconchegante e quente)